sexta-feira, 1 de abril de 2011

TV QUASE: TIPO REVISTA, MAS NÃO PRECISA FICAR LENDO COISAS



Sem dúvida, o maior avanço da sociedade brasileira nos últimos tempos foi a popularização da TV, que com sua versão on-line tornou-se ainda mais acessível para pessoas sedentas por entretenimento.

No passado, o povo brasileiro era obrigado a recorrer a livros e revistas para se divertir, mas felizmente a televisão chegou para libertar milhões de populares das garras maléficas da alfabetização. A TV Quase se orgulha de ser um exemplo vivo de transição da revista para a TV, com esquetes curtas nas quais o telespectador não precisa prestar muita atenção. Folhas de papel cheias de letras e poucas gravuras, filmes franceses cheios de diálogos em francês e filmes coreanos onde é difícil distinguir os personagens são coisa do passado.

A TV Quase é como se fosse um livro para colorir que já vem colorido, sem nenhum texto, onde os personagens se movem sozinhos num universo mágico de sorrisos e pouco esforço intelectual.

Venha para o mundo de Quase. Aqui todos são bem-vindos.